Artigos e Curiosidades

Por que não adotamos a minilipo?

A chamada minilipo ou “lipo light” nada mais é do que uma lipoaspiração com anestesia local. Trata-se de uma técnica antiga, que não é recomendada pelo Conselho Federal de Medicina. A prática envolve vários riscos: é realizada em local inadequado (consultório), apresenta maior risco de infecção e é realizada, na maioria das vezes, por médicos que não são cirurgiões plásticos. Por envolver somente a anestesia local, a minilipo não agrega nenhuma sedação, o que significa que a paciente sofre com as dores. Como a minilipo costuma ser executada em várias sessões, e não numa única intervenção, a multiplicação dos fatores de risco é ainda maior. Por todos esses motivos, a minilipo não é um procedimento aconselhável.

Voltar

COMPARTILHAR

Artigos e Cursiosidades

Cirurgia plástica e qualidade de vida

Algumas pessoas vêm ao consultório com a ideia de que a cirurgia plástica é uma maneira rápida de conseguir o corpo dos sonhos…

Pontos importantes sobre a redução de mamas

A redução de mamas é um dos procedimentos mais populares da atualidade.

Combatendo o medo da anestesia

O medo da anestesia é um dos maiores temores dos pacientes. Existem muitas dúvidas sobre este momento da cirurgia…